JORNAL DAS AUTARQUIAS

Inscrito na E.R.C. sob o nº 125290

Março 2018 - Nº 125 - I Série - Porto

Porto

José António de Sousa Guimarães

Entrevista ao Presidente da União de Freguesias de Vila Cova da Lixa e Borba de Godim

José António de Sousa Guimarães

J.A.-Tendo havido alteração nos resultados eleitorais autárquicas de 2017, o que pensa sobre isso?
PUF- Em primeiro lugar recordo que esta Junta que é á pouco tampo União de Freguesias, sempre foi Governada por Partidos da Direita PSD e CDS, ou seja desde 1974. Este ano tudo mudou pela primeira vez.
Os Lixenses, talvez “cansados” da paragem quase total em todas as áreas de desenvolvimento da Nossa Terra, resolveram mudar para uma Equipa Jovem e Dinâmica, aliada a uma Coligação Partidária, “SIM ACREDITA” PS / LIVRE.
Resumindo, este cenário deve ter sido a Origem de muitas mudanças pelo País.

J.A.-Qual a opinião sobre o OE para 2018?
PUF- Já tivemos Orçamentos de Estado bem piores, mas como sabe as Uniões de Freguesias, tem infelizmente de fazer muito trabalho com poucos recursos, pois continuamos a ser os Autarcas mais próximos do Nosso Povo e por vezes por amor ao POVO e á TERRA que representamos, devíamos ser mais ouvidos e munidos de mais recursos, porque somos sempre os responsáveis Políticos da Primeira Linha, tipo os Nossos Bombeiros, que são sempre os primeiros a serem chamados, quando acontece alguma situação de Emergência. Por esta e outras razões o Poder Central devia olhar com mais atenção para as Freguesias, pois podemos dizer que somos os “BOMBEIROS DA POLITICA…”

J.A.-Em relação ao relatório sobre os Incêndios de Pedrógão Grande, qual a sua opinião?
PUF- Só tenho um comentário a fazer : “Quem manda é a Mãe Natureza”… e não acredito que nesta tragédia, houvesse alguém que não fizesse o seu melhor dentro das suas competências.

J.A.-O aumento de desemprego gerou muita pobreza e, estando esse concelho inserido num dos Distritos considerados de maior carência económica, como está essa autarquia a gerir esse problema?
PUF- Felizmente a taxa de Desemprego no Nosso Concelho de Felgueiras, onde está inserida esta União de Freguesias é baixa, graças aos excelentes empresários que temos no Concelho que conseguiram arranjar estratégias para ultrapassar a crise económica que assolou o Pais, sem causar grande desemprego. Embora as situações que vão surgindo, vão-se resolvendo em parceria com as Entidades competentes.

J.A.-O que pensa sobre a violência doméstica, que ultimamente tem aumentado drasticamente, no nosso pais, e qual a causa/efeito?
PUF- Todos sabemos que não existe justificação possível para qualquer tipo de Violência, e o cenário torna-se mais grave quando se trata de Violência Doméstica. Na minha opinião a maior parte das causas da Violência Domestica, deve-se a problemas económicos e os vários estudos e especialistas estão de acordo. Também penso que se as Autoridades Locais tivessem mais poderes para actuar, minimizava e muito certos crimes e acontecimentos de horror, que ás vezes vamos assistindo.

J.A.-Que apoio presta a União de Freguesias aos mais idosos?
PUF- Esta União de Freguesias, embora em exercício á pouco tempo, já tem monitorizado os problemas dos nossos idosos, este trabalho está a ser feito em parceria com as Instituições da União de Freguesias, nesta área, bem como, com os Serviços da Câmara Municipal.
Destaco aqui o excelente trabalho realizado todos os dias, pela Casa do Povo da Lixa, uma IPSS de grande contributo aos Lixenses em várias áreas.

J.A.-Qual é o maior problema que a União de Freguesias se debate?
PUF- Estamos cá á pouco tempo, como já referi, mas são vários os problemas, como a rede viária está bastante danificada, falta de saneamento em grande parte da União de Freguesias, avançar urgente com a regeneração urbana, revisão urgente do PDM, para que se possa construir para existir mais desenvolvimento, e outras necessidades que vamos tentar dotar a União de Freguesias, em parceria com a Câmara Municipal, as nossos Associações e Instituições.

J.A.-Que perspectivas tem para o futuro da União de Freguesias?
PUF- Boa pergunta, queremos divulgar aquilo que temos de melhor e único no Mundo, que são os nossos “BORDADOS DA LIXA” e o famoso e único “VINHO VERDE DA LIXA” bem como a Gastronomia.
Ou seja, queremos Certificar os Bordados da Lixa que tem sido adiado sucessivamente e criar uma patente ao única casta de vinho verde do Mundo, “LIXA CAPITAL DO VINHO VERDE”, temos estudos, pareceres e vontade dos nossos produtores de vinho verde e as nossas Bordadeiras e empresas do ramo, bem como a Associação Cooplixa e Câmara Municipal.
Concluir os projectos dos espaços de Lazer que estão em curso, e ajudar a resolver com
Urgência os problemas das más condições dos espaços Desportivos desta União de Freguesias que tem centenas de Jovens a praticar desporto.

J.A.-Como é a situação financeira da União de Freguesias?
PUF- Pode ser caricata esta resposta, mas é verdade, ainda não sabemos tudo em concreto, por essa razão e por uma questão de Transparência e porque encontramos despesas “súbitas” de valor significativo e outras dúvidas na gestão do anterior Executivo, mandamos efectuar uma Auditoria Financeira a uma empresas externa.
Esta Auditoria encontrou matéria para ser investigada, foi levada a uma Assembleia Extraordinária, para ser votada, no que diz respeito ao envio ou não para as Autoridades Competentes. Após votação de 8 votos a favor, 1 voto de abstenção e 5 contra, foi decidido enviar o documento para o Ministério Publico e a outras Entidades Competentes. Por essa razão criamos aqui uma barreira com o passado no que diz respeito a responsabilidades anteriores. Vamos começar praticamente do Zero.

J.A.-Qual é o apoio que a Câmara Municipal presta a essa União de Freguesias?
PUF- Espero que mais e melhor, do que o outro Executivo apoiava, que também mudou.
Mas, por aquilo que já reunimos e conversámos, este Executivo da Câmara Municipal está muito empenhada em trabalhar de perto com os Presidentes de Juntas e das respectivas Uniões de Freguesias, o tempo o dirá, mas estou convicto que vai tudo correr bem, se não acontecer, também estarei aqui para o dizer, explicar e informar todos os Lixenses.

J.A.-Que mensagem quer enviar à população da sua União de Freguesias?
PUF- Quero dizer olhos nos olhos a TODOS OS LIXENSES que este novo Executivo da União de Freguesias, vai concretizar os anseios dos Lixenses tal e qual o Manifesto Eleitoral.

J.A.-Como consegue gerir a absorvente vida de Autarca com a vida Familiar?
PUF- Uma coisa é certa, não aceitei este cargo para ganhar um Emprego nem dinheiro, pois tenho Emprego, sou Professor e o mesmo acontece com os meus colegas do Executivo.
Mas tenho a consciência que há quem sofra com isto, são as Nossas Famílias.
Mas em prol da Lixa e dos Lixenses tudo vale a pena…

J.A.-Que mensagem quer deixar ao Jornal das Autarquias?
PUF- Agradecer a este meio de Comunicação Social, pelo favor que faz em dar voz aos Autarcas das Freguesias e União de Freguesias, pois temos poucas oportunidades para relatar os nossos problemas, que são os problemas “Verdadeiros” das populações que com eles “desabafam” no dia-a-dia das suas vidas.
Para finalizar resta-me agradecer ao Jornal das Autarquias pela oportunidade que me deu, para falar da minha Querida Terra que é a União de Freguesias da Lixa, no Concelho de Felgueiras.

Go top