JORNAL DAS AUTARQUIAS

Inscrito na E.R.C. sob o nº 125290

Abril 2018 - Nº 126 - I Série - Guarda e Castelo Branco

Guarda e Castelo Branco

Entrevista do Presidente da Junta de Freguesia de Alvoco da Serra

Gina Maria Pinto de Brito

J.A.- Tendo havido alteração nos resultado eleitorais autárquicas de 2017, o que pensa sobre isso?
P.J.- As alterações por vezes são benéficas, e em alguns casos acabam com alguns lóbis instalados, fazendo rejuvenescer as autarquias.

J.A.-Qual a sua Opinião sobre o OE para 2018?
P.J.- O OE não é muito diferente dos anteriores, mas quer responsabilizar cada vez mais as autarquias embora o FFF não tenha tido um aumento significativo.

J.A.- Em relação ao relatório sobre os incêndios de Pedrogão Grande, qual a sua opinião?
P.J.- Quanto a isto muito há por dizer…

J.A.-O aumento de desemprego gerou muita pobreza e, estando esse concelho inserido num dos distritos considerados de maior carência económica, como está essa autarquia a gerir esse problema?
P.J.- Este problema é difícil de ser gerido e colmatado pela nossa autarquia porque não há investimento na Freguesia/Concelho. A falta de boas acessibilidades será uma das causas da falta de investimento.

J.A-O que pensa sobre a violência doméstica, que ultimamente tem aumentado drasticamente, no nosso país, e qual a causa/efeito?
P.J.- Para mim a violência doméstica é a perda de valores, a perda do respeito próprio e social. O aumento da violência estará ligado à insatisfação pessoal quer a novel económico e social o que será a causa/efeito.

J.A-O que pensa sobre a violência gratuita que se está a gerar na nossa sociedade?
P.J.- Para mim a violência gratuita é praticamente o mesmo que violência doméstica. Temos que nos saber respeitar e tolerar.

J.A.-Que apoio presta a autarquia aos mais idosos?
P.J.- Apoio médico, preenchimento declarações IRS e outros serviços.

J.A.-Qual o maior problema com que essa freguesia se debate?
P.J.- Despovoamento e a falta de infraestruturas económicas e rodoviárias para a fixação de pessoas.

J.A.-Que outros problemas necessitam de maior intervenção?
P.J.- Os problemas estão interligados colmatando uns resolvem-se os outros

J.A.-Que perspetivas tem para o futuro da freguesia?
P.J.- Ser possível fazer o Teleférico Alvoco/Torre.

J.A.-Como é a situação financeira da autarquia?
P.J.- Estável

J.A.-Qual o apoio que a câmara presta às juntas de freguesia?
P.J.- O apoio que a Câmara presta à Junta de Freguesia é residual perante as necessidades.

J.A.-Que mensagem quer enviar à população da sua freguesia?
P.J.- A mensagem é que todos juntos e unidos faremos da nossa Freguesia um bom local para viver.

J.A.-Como consegue gerir a absorvente vida de autarca com a vida familiar?
P.J.- Às vezes é difícil conciliar as duas, mas vai-se conseguindo pondo algumas vezes a vida familiar em segundo plano.

J.A.-Que mensagem quer deixar ao Jornal das Autarquias?
P.J.- Que seja um jornal de sucesso.

Go top