JORNAL DAS AUTARQUIAS

Inscrito na E.R.C. sob o nº 125290

Junho 2018 - Nº 128 - I Série - Bragança e Vila Real

Bragança e Vila Real

Entrevista do Presidente da Junta de Freguesia de Azinhoso

António Amálio Oliveira

J.A.- Tendo havido alteração nos resultado eleitorais autárquicas de 2017, o que pensa sobre isso?
P.J.- Em relação ás freguesias, sou de opinião que se deveria acabar com as transferências de votantes á ultima da hora, para as freguesias, é de um terceiro mundo.

J.A.-Qual a sua Opinião sobre o OE para 2018?
P.J.- Pouco dinheiro para as freguesias

J.A.-O aumento de desemprego gerou muita pobreza e, estando esse concelho inserido num dos distritos considerados de maior carência económica, como está essa autarquia a gerir esse problema?
P.J.- De mãos atadas não temos nada que possa valer para ajudar.

J.A-O que pensa sobre a violência doméstica, que ultimamente tem aumentado drasticamente, no nosso país, e qual a causa/efeito?
P.J.- Poucas e más leis e falta de impunidade.

J.A-O que pensa sobre a violência gratuita que se está a gerar na nossa sociedade?
P.J.- A mesma resposta, anterior

J.A.-Que apoio presta a autarquia aos mais idosos?
P.J.- Como presidente de junta faço o que me compete: Vou a casa dos idosos, da freguesia ou seja desloco-me a Azinhoso, Sampaio, e Viduedo, Assino, carimbo e envio as provas de vida.
Faço acordos com hospital etc

J.A.-Qual o maior problema com que essa freguesia se debate?
P.J.- Com a velhice, 70% dos nossos moradores com mais de 70 anos

J.A.-Que outros problemas necessitam de maior intervenção?
P.J.- Transferir para as freguesias mais competências e dinheiro, se a freguesia for do mesmo partido da Camara, tudo bem, se não for, rumar contra a maré.

J.A.-Que perspetivas tem para o futuro do freguesia?
P.J.- Poucas ou nenhumas.

J.A.-Como é a situação financeira da autarquia?
P.J.- Conseguimos sobreviver com a transferência entre administração.

J.A.-Qual o apoio que a câmara presta às juntas de freguesia?
P.J.- Se for da mesma cor, muito, se não for, nada.

J.A.-Que mensagem quer enviar à população da sua freguesia?
P.J.- Nanci aqui e aqui decidi viver, pelo que estarei sempre ao lado deles.

J.A.-Como consegue gerir a absorvente vida de autarca com a vida familiar?
P.J.- Em principio bem, mas de mão atadas.

J.A.-Que mensagem quer deixar ao Jornal das Autarquias?
P.J.- Deixo uma mensagem de intervir, a favor das freguesias, somos nós os primeiros a conhecer os problemas, dos nossos cidadãos, é o presidente de junta que melhor sabe o que se passa nas nossas aldeias.
Esta Freguesia tem 3 casas do povo (Bares) Azinhoso, Sampaio, Viduedo) nas 3 aldeias desta freguesia, onde suportamos a luz e TV por satélite, para que os nossos cidadão se sintam unidos e juntos, gastamos anualmente do pouco dinheiro que nos dá a camara municipal á volta de 8.500€ por ano. Onde estão As camaras, A REN etc para poder ajudar a população.

Go top