JORNAL DAS AUTARQUIAS

Inscrito na E.R.C. sob o nº 125290

Dezembro 2017 - Nº 122 - I Série - Aveiro e Viseu

Aveiro e Viseu

José Manuel da Silva Mourisco

Entrevista ao Presidente da Junta de Freguesia de Souselo

José Manuel da Silva Mourisco

J.A.- Tendo havido alteração nos resultado eleitorais autárquicas de 2017, o que pensa sobre isso?
P.J.-Não houve alterações, a não ser o reforçar da confiança em quem já governava a freguesia e o concelho.

J.A.-Qual a sua Opinião sobre o OE para 2018?
P.J.-Mais importante que um orçamento, é a sua concretização. Um orçamento tem sempre o objetivo de se colocar lá tudo o que quer fazer. No fim iremos ver se assim o é!

J.A.- Em relação ao relatório sobre os incêndios de Pedrogão Grande, qual a sua opinião?
P.J.-Mais importante que qualquer relatório é aprender com os erros cometidos.

J.A.-O aumento de desemprego gerou muita pobreza e, estando esse concelho inserido num dos distritos considerados de maior carência económica, como está essa autarquia a gerir esse problema?
P.J.-A autarquia em parceria com as instituições capacitadas para tal está atenta a todas as situações.

J.A-O que pensa sobre a violência doméstica, que ultimamente tem aumentado drasticamente, no nosso país, e qual a causa/efeito?
P.J.-A violência doméstica sempre existiu. Felizmente tem se perdido o medo de denunciar. O que é necessário neste momento é as penas serem maiores e com prisões efetivas.

J.A-O que pensa sobre a violência gratuita que se está a gerar na nossa sociedade?
P.J.-É fruto de uma sociedade que todos nós ajudamos a criar e que temos que ser também nós a mudar esse sentido.

J.A-O que pensa sobre a violência gratuita que se está a gerar na nossa sociedade, entre a juventude?
P.J.-Também é fruto de uma sociedade que todos nós ajudamos a criar e que temos que ser também nós a mudar esse sentido.

J.A.-Que apoio presta a autarquia aos mais idosos?
P.J.-Fraldas para acamados, emprestamos cadeira de rodas e estamos atentos às carências sociais. Ajudamos também indiretamente apoiando as instituições que tem nas suas funções a vertente social.

J.A.-Qual o maior problema com que essa freguesia se debate?
P.J.-Falta de emprego.

J.A.-Que outros problemas necessitam de maior intervenção?
P.J.-Saneamento e mais investimento privado.

J.A.-Que perspetivas tem para o futuro da freguesia?
P.J.-Com o que está em execução e previsto para a nossa freguesia, um futuro risonho nomeadamente na área do turismo de natureza.

J.A.-Como é a situação financeira da autarquia?
P.J.-Equilibrada e com contas em dia.

J.A.-Qual o apoio que a câmara presta às juntas de freguesia?
P.J.-Protocolo de delegação de competências e outros protocolos, nomeadamente pavimentação de ruas, apoio a obras e apoio a iniciativas culturais, entre outras.

J.A.-Que mensagem quer enviar à população da sua freguesia?
P.J.-A mensagem é que todos juntos a rumar por uma freguesia melhor somos mais capazes de o conseguir.

J.A.-Como consegue gerir a absorvente vida de autarca com a vida familiar?
P.J.-Roubando tempo à família, com a certeza que estamos a tornar um Souselo melhor para todos, inclusive eles.

J.A.-Que mensagem quer deixar ao Jornal das Autarquias?
P.J.-Todo o trabalho executado por qualquer meio de comunicação que seja isento tem o nosso maior respeito e consideração.

Go top