JORNAL DAS AUTARQUIAS

Inscrito na E.R.C. sob o nº 125290

Fevereiro 2018 - Nº 124 - I Série - Alentejo

Alentejo

Tomé Alexandre Martins Pires

Carta aberta do Presidente da Câmara Municipal de Serpa

Tomé Alexandre Martins Pires

Poder Local e estratégias para o desenvolvimento
O trabalho realizado pelo Poder Local – freguesias e municípios - é uma realidade conhecida e reconhecida por todos, evidenciada pela efetiva transformação das condições de vida das populações, nas transformações económicas, sociais, culturais e ambientais e na valorização e proteção do território.
Depois das primeiras duas décadas em que as prioridades estiveram diretamente relacionadas com as infraestruturas básicas – situação que atualmente se mantem, uma vez que é necessário uma atenção permanente e muito direcionada para a sustentabilidade ambiental - desde os anos noventa que as estratégias passaram a assentar em políticas de desenvolvimento local sustentáveis, em que as preocupações com a intervenção no domínio da cultura, do património, do ambiente, da educação e das questões sociais começam a ganhar uma dimensão principal.
Perante uma realidade em permanente transformação, os desafios do Poder Local não têm parado de se multiplicar, criando novas frentes de ação e assumindo sempre como prioridade a transformação dos seus territórios, com um grande foco na dimensão local com vista ao desenvolvimento social e económico das populações.
Neste quadro de ação, o município de Serpa tem vindo a percorrer um caminho consistente e empenhado em defesa do território e das suas populações, seguindo uma estratégia de desenvolvimento sustentável com base em dois recursos principais, a terra e o património.
Esta estratégia assenta em grande parte na valorização e salvaguarda do património e dos recursos endógenos, enquanto dimensão estratégica para a sustentabilidade, resultando num conjunto de projetos, de ações e de programas consistentes que permitem afirmar e distinguir o concelho e a cidade de Serpa como um território dinâmico e de forte identidade, promovendo o crescimento e diversificação de serviços num investimento de efeito multiplicador, benéfico para o concelho e para as atividades turísticas e produtivas.
Da intervenção social à dinamização económica, o nosso trabalho pauta-se pela preocupação com as pessoas, porque o desenvolvimento local constrói-se com e para os agentes e as comunidades, congregando sinergias para o crescimento e qualidade de vida de que podemos todos beneficiar. E em todo este caminho que estamos a fazer de desenvolvimento sustentável do concelho, a cultura e o património, as pessoas, as organizações locais, os diversificados agentes que aqui operam são recursos excecionais que nos devem orgulhar. É desta forma, trabalhando com todos e para todos, aproveitando e otimizando tudo o que temos, que queremos prosseguir.

Go top