Janeiro 2015 - Nº 99 - I Série - Setúbal - Inscrito no ERC sob o nº 125290  
Setúbal
 

Entrevista da Presidente da Junta de Freguesia de Santiago

Ana Margarida Almeida da Cruz Narciso

 

J.A.-Qual a sua opinião sobre a situação política atual?

P.J.-Estamos na expectativa face às dúvidas da situação económica que o governo anterior deixou o país.

J.A.-Que pensa sobre as novas medidas anunciadas por este governo em exercício?

P.J.-Algumas das medidas são desejadas e bem vindas, assim os diversos sectores da população a que se destinam as entendam.

J.A.-O aumento de desemprego gerou muita pobreza e, estando essa freguesia inserida num dos distritos considerados de maior carência económica, como está essa autarquia a gerir esse problema?

P.J.-Sentiu-se algumas dificuldades principalmente nos trabalhadores sazonais.

J.A-O que pensa sobre a violência doméstica, que ultimamente tem aumentado drasticamente, no nosso país, e qual a causa/efeito?

P.J.-O desemprego e a incerteza dos rendimentos familiares, são efetivamente uma das razões do aumento da violência doméstica, tendo se notado na nossa freguesia de acordo com dados fornecidos pelas autoridades, que esta violência incide mais em pessoas idosas.

J.A.-Qual a vossa opinião sobre a emigração dos nossos jovens, principalmente os mais credenciados?

P.J.-Mais uma vez as politicas definidas pelo antigo governo, limitaram a criação de emprego no nosso país estável e direccionado aos jovens.

J.A.- Qual a vossa opinião sobre a aceitação de refugiados?

P.J.-Neste assunto primeiro deveríamos criar as condições de integração social.

J.A.-Que apoio presta a autarquia aos mais idosos?

P.J.-Trabalhos em rede de apoio social, e ainda temos a gestão de um Centro de Convívio sem custos para os utentes e ajuda na área da mobilidade.

J.A.-Pedimos que nos faça uma síntese da sua freguesia.

P.J.-É uma freguesia urbana, instalada em Sede de Concelho, com cerca de 4900 eleitores, tendo actualmente como atividades principais o Turismo e a Pesca.

J.A.-Qual o maior problema com que a sua freguesia se debate?

P.J.-com o envelhecimento da população, a limitação da área geográfica e o aumento de habitantes na época balnear dos quais se dá uma resposta efetiva, mas que não se traduz no orçamento do Fundo de Financiamento das Freguesias.

J.A.-Que outros problemas necessitam de maior intervenção?

P.J.-A criação de um Centro de Saúde com melhores condições e mais médicos para o apoio à população residente e sazonal.

J.A.-Que perspetivas tem para o futuro da freguesia?

P.J.-Novas dinâmicas na área da pesca e do turismo proporcionando mais emprego, logo aumentando a população residente.

J.A.-Como é a situação financeira da autarquia?

P.J.-É extremamente limitada tendo em conta os fracos recursos financeiros.

J.A.-Qual o apoio que a câmara presta às juntas de freguesia?

P.J.-Relativamente à Câmara Municipal estabelecemos contratos inter-administrativos e de descentralização de competência ao nível das reparações em escolas do 1º Ciclo.

J.A.-Que tipo de envolvimento a população tem com a autarquia?

P.J.-A autarquia tem um grande envolvimento com a população pela sua proximidade, trabalhando constantemente em parcerias com o Movimento Associativo.

J.A.-Que mensagem quer enviar à população da sua freguesia?

P.J.-A Junta de Freguesia de Santiago, deseja a toda população que todos os seus sonhos sejam uma realidade neste Natal.

J.A.-Como consegue gerir a absorvente vida de autarca com a vida familiar?

P.J.-Não é muito fácil, esta Junta de Freguesia tem Presidente a meio tempo, que ainda é acumulado com a profissão de Técnica de Desporto na Câmara Municipal, para além de ser mãe de três meninas. Mas com o apoio da família consegue-se gerir tudo da melhor forma.

J.A.-Que mensagem quer deixar ao Jornal das Autarquias?

P.J.-Que atendendo a todos os problemas que se vivem hoje em dia, torna-se cada vez mais importante este tipo de trabalho próximo das populações através quer do poder local quer da aproximação dos órgãos de informação local próximo das populações.

©2007-2017 Jornal das Autarquias Elaborado e mantido por: WEBDEVICE - Informática e Internet, Unipessoal, Lda.