logo  

JORNAL DAS AUTARQUIAS

Inscrito na E.R.C. sob o nº 125290

Entrevista a Raquel Henriques - Actriz e Apresentadora

Raquel Henriques

1. Como decerto saberá, o Jornal das Autarquias promove mensalmente uma região do País, nesse sentido gostaria que me falasse um pouco sobre a cidade onde nasceu, o que tem de bom e o que gostaria que melhorasse?
Nasci na cidade de Lisboa, em Alvalade, dessa zona gosto de tudo, principalmente a avenida da Republica, adoro o jardim que separa as estradas, tenho pena que a piscina que la existia esteja fechada, tenho também muita pena que nao se aproveite mais os pequenos passeios dos pequenos barcos que la estão que se podem alugar por 30 minutos ou 1h, acho lindo e faz falta esse romantismo na cidade, mas gosto imenso do jardim também porque as árvores plantas e flores estão sempre tao bem cuidadas, coisa difícil de manter na cidade, parabéns por isso,acho que naquela zona nada mudava, passo praticamente todos os dias e faço sempre questão de passear nesse jardim.

2. Acha que existe um grande distanciamento entre o interior e as grandes cidades, como Porto, Lisboa e até as mais próximas do Litoral?
Não percebo a que tipo de distanciamento se refere mas se falamos de companheirismo acho que sim , ha grande distancia, nesse caso gosto mais do calor que o interior transmite.

3. Quais os seus principais projetos para o futuro?
Continuar a trabalhar em TV, e sucesso para o meu projecto de fitness, tenho formação também na area do desporto e quero trazer para Portugal um conceito ainda pouco visto por cá, espero que corra bem.

4. Sendo uma mulher multifacetada, diga-nos qual a atividade que se sente mais confortável e que lhe dá mais prazer?
Adoro o que faço, seja em tv ou desporto, na tv gosto de saber que as pessoas gostam do meu trabalho, no desporto gosto de poder levar as pessoas a ultrapassar os seus limites e vencer obstáculos.

5. Como lida com a comunicação social?
Gostava de lidar melhor do que aquilo que lido, mas todos os dias se vai aprendendo a moldar certas situacoes, afinal faz parte do meu mundo, tenho que saber aceitar a comunicação social tal como ela é.

6. Tem acompanhado com certeza a crise que se instalou em Portugal. Dê-me a sua opinião e o que acha que deveria ser alterado para minimizar esta crise?
Pergunta complicada, muita gente neste momento pensa que deveria se calhar ter feito menos gastos em certas alturas da vida e agora teriam um pé de meia, nada sei do que vai ser desta crise mas acho que devemos por mãos a obra e começar a criar esse pé de meia, mesmo que seja dificil.

7. Por último, para também satisfazer a curiosidade de alguns leitores, diga­nos, é uma mulher feliz no momento?
Sou uma mulher feliz, um edifício em construção como costumo dizer, estou a criar os meus projectos, passo a passo mas sempre em frente , sou feliz por isso

8. Qual a sua opinião sobre os nossos portais, www.jornaldasautarguias.com e www.portugaltravel.org.pt?
Confesso que desconhecia mas quando vi a primeira vez gostei bastante, acho que esta de fácil acesso para quem la vai, restaurantes, hotéis, etc, ninguém se perde aqui, mas fiquei encantada com a parte da gastronomia nao fazia ideia que tinham receitas, algumas delas irresistíveis, parabéns por isso.

Go top